RSS

Olá Blogosfera

03 jan

Olá internauta blogueiro (descobri a pouco que quem lê também é blogueiro),

ter um blogue era uma coisa que eu vinha adiando a bastante tempo. Confesso que sentia uma espécie de obrigação moral de retornar para a Internet o que ela tem me dado. Falar que recorro a blogues diversos para tirar dúvidas é desnecessário, mas em muitos casos era necessário a adaptação de diversos artigos para resolver o meu problema, o que fazia com que eu adquirisse algum conhecimento. E sem contar o conhecimento gerado através de estudos. Mas esse conhecimento estava ficando retido comigo. E isso não condiz com minhas idéias de liberdade do conhecimento. Como já pensava Santos Dumont, o conhecimento tem de ser livre.

Nada melhor do que aproveitar o início do ano para concretizar isso. Não é?

Além deste blogue ser o que a frase no topo diz que é. Ele também será mais um blogue que abordará software livre. Em especial distribuições GNU/Linux (certo, Stallman?), e mais especial ainda sobre o Ubuntu e softwares que rodam nele. E softwares livre que roda no Windows. Por que não? Certamente, a maioria dos artigos focarão o ambiente de trabalho dos usuários alvos do Ubuntu, os seres humanos. Não vou tão longe quanto Carlos Morimoto, mas eu acredito que o GNU/Linux está pronto para o desktop a algum tempo, principalmente na encarnação do Ubuntu. Os usuários é que não estão prontos para qualquer sistema que seja diferente do Windows. Pretendo dar minha contribuição com tutoriais recheados de capturas de telas (perceberam que estou evitando palavras em inglês?).

Também falarei de coisas para quem precisa de algum conhecimento a mais, editar alguns arquivos de configurações e fazer traquinagens diversas.

Como sou programador, linguagens de programação e afins não poderiam ficar de fora. Não iria citar nenhuma em especial porque espero falar de várias, mas terei coisas relacionadas a Python, Java, C/C++, Assembly etc. Sim, Assembly. Estou estudando Assembly por dois motivos: 1) não saber Assembly era (ainda é, na verdade) uma das minhas frustrações computacionais; 2) vou/estou precisar disso para o meu trabalho de conclusão de curso de Ciência da Computação da UERN.

Álias, o meu TCC é também uma contribuição para o uso do GNU/Linux e softwares livres em geral. Com certeza, muito que falarei aqui terá origem nesse TCC. Farei uma extensão na linguagem G-Portugol de forma que seja possível um curso completo de algoritmos em um sistema GNU com núcleo Linux.

Além disso, como o blogue é meu, darei meus pitados sobre a vida, o universo e tudo mais sem pedir licença pra ninguém. :p

Pela Internet a fora eu também posso ser encontrado nos seguintes serviços (sem nenhuma ordem em especial):

lastfmorkut_logotwitterdeliciousflickr

Certamente que não lembrei de outros, mas é só procurar por ‘adorilson’. Se achar, serei eu. Com um nome desses, para que se preocupar com sobrenomes ou gastar criatividade (que já é pouca) com apelidos?😀

Logo este links estarão (eu acho) em um área ali na barra lateral. Como todo início de blogue que se preze, até o tema é o padrão da ferramenta, no caso o WordPress.

Bom, por hoje é só. Gastei uma tarde inteira praticamente um tarde com noite escrevendo isso (obviamente intercalado com outras coisas). Espero ser mais objetivo, produtivo e rápido nas próximas.

 
5 Comentários

Publicado por em 03/01/2009 em pessoal

 

5 Respostas para “Olá Blogosfera

  1. balboabr46

    03/01/2009 at 13:17

    Caro Adorilson, antes de mais nada, gostaria de parabenizar-lhe por esta sua iniciativa em disponibilizar este serviço de discussão a respeito e a favor do software livre. Que esta sua iniciativa venha trazer divisas maiores a favor do software livre e da inclusão digital (de verdade), neste país e porque não em outros também. Meu amigo, eu acho muito engraçado quando usuários, até mesmos os que se dizem mais avançados, falam em usabilidade em Linux e vem defender a Microsoft e os nichos. Como distribuição mais avançada em usabilidade no mundo, sabemos que o Ubuntu já não tem mais nada que provar, para o usuário comum, para uma empresa e para uma nação. Na comparação entre a versão mais avançada da Microsoft, que é o Vista, e o Ubuntu, a distro se supera em todos os aspectos desde de desempenho a aplicativos básicos necessários, como navegador, editor de texto, planilha, apresentação, bate-papos, músicas, vídeos, etc, e só não supera por completo, porque os nichos não escreve para Linux, pretendendo ainda, segurar a morte dos sistemas da Microsoft. Imaginem se os nichos resolvessem escrever para Linux. Mais os usuários não precisam de um photoshop, de um corel, de um SQL, o software livre tem similares de respeito que faz o trabalho bem direitinho e bem feito e o mais gostoso, sem pagar nada, só tendo o trabalho de aprender. Eu mesmo desenvolvo painel para ajudar na personalização de desktop para o projeto KDE e GNOME, com a ferramenta draw do broffice e recebo elogios pelo mundo afora e já são de 3000 downloads juntando todos os meus trabalhos e olhe que a ferramenta não é poderosa como inkscape, um corel, um gimp ou um photoshop. Alimentando ainda mais a sua posição em dizer, que a maioria do usuário comum não quer mudar para outro sistema porque ainda não estão prontos e, acrescentando, é preciso que haja um empreendimento maior para difundir essa preparação. Tem-se que bater de frente com educação em usabilidade para Linux com os usuários atuais, na tentativa de arrastá-los, mesmo que seja em pouca proporção, mais nunca deixar de bater de frente e preparar, semear essa nova geração que tá començando no mundo digital e aqueles que estão por chegar e tudo só pode ser viável pela inclusão digital de verdade. E quem pode fazer isto? Nosso governo federal está mais do que preparado para viabilizar a inclusão digital, pois, em suas instâncias, muitas autarquias já estão com quase 100% linux em seus parques digitais trabalhando de vento em polpa, economizando e ajudando na governabilidade. O governo poderia adotar e exigir que distros como o Ubuntu, Mandriva viesse instalados no projeto do computador popular e criasse escolas populares para o ensino na usabilidade do Linux e seus aplicativos mais famosos, digo isto, porque existe órgão oficializado na esfera federal que ensina softawre livre para servidores para a usabilidade do Linux em suas instalações de origem. O governo batendo de frente com essa moda que aí está e buscando preparar os que estão por chegar, com certeza, o percentual de uso do Linux vai subir de proporções…

     
  2. Madu Souza

    07/01/2009 at 14:01

    Aê Adoris, boa sorte com a iniciativa e tomara que muitas pessoas se beneficiem disso, principalmente o pessoal que tá começando agora no GNU/Linux (Stallman, Stallman ;P).

    PS.: Adicionei-o na minha network =D

     
  3. adorilson

    09/01/2009 at 01:36

    Olá balboabr46 e Madu Souza,
    obrigado pelo incentivo.😉
    E conto com a ajuda de vocês para alcançar os objetivos desse espaço.

     
  4. Aldiene Nicolau

    09/01/2009 at 13:04

    Adorei amor, ficou ótimo estou muito orgulhosa de vc beijoss.

     
  5. Erasmo

    23/02/2009 at 17:13

    Caro Adorilson, fico feliz pela sua iniciativa de criar o blog. É mais um espaço pra gente aprender um pouco mais sobre o GNU/Linux em especial sobre o Ubuntu que é a distro q uso.
    Gostaria de aproveitar para agradecer pela ajuda que tem me dado nesses meus primeiros passos com o Ubuntu.

    Abraço e boa sorte nessa empreitada.

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: